QUMRÃ

A descoberta dos Manuscritos do Mar Morto trouxe novas perspectivas sobre as pesquisas a respeito do judaísmo pós-bíblico e o apocalipticismo judaico. Essa descoberta trouxe duas percepções, por um lado, os manuscritos de Enoque nos fizeram revisar a compreensão do surgimento e desenvolvimentos primitivos da literatura apocalíptica, como também, as correspondências entre o conteúdo apocalíptico e os documentos sectários descobertos recentemente, particularmente o que tange o mundo angélico e sua escatologia. Portanto, o epíteto “uma comunidade apocalíptica” dado a Qumrã, é uma conjuntura singular para a contextualização do pensamento apocalíptico…

Clique aqui para ler a resenha completa.

Deus o abençoe.

Luiger Lima.